sociedade   

Em entrevista ao ‘Correio Manhã Solânea’, Tião Gomes destaca luta pela conclusão do abatedouro da região e apresenta proposta

julho 2020

O deputado Tião Gomes foi o entrevistado desta segunda-feira (13) do programa Correio Manhã Solânea, onde destacou sua atuação pela cidade e região do Brejo paraibano, a exemplo da destinação de uma emenda de R$ 6 milhões no orçamento anual do Governo do Estado para construção do Centro de Hemodiálise de Solânea que atenderá os demais municípios circunvizinhos.

Outro destaque da entrevista foi a luta pela conclusão da obra do abatedouro regional de Solânea, um pleito de mais de 20 anos. O governador João Azevêdo garantiu realizar a obra do matadouro público regional de Solânea, uma obra que se arrasta há décadas sem solução e garantiu que o seu governo concluiria essa importante obra. ”Pode ter certeza, estamos trabalhando na aquisição dos equipamentos, Solânea terá um dos mais avançados abatedouros da Paraíba”, disse o governador em sua visita ao município em novembro de 2019.

Tião Gomes destacou que o assunto do abatedouro se ‘arrasta’ desde o longínquo ano de 1998, atravessando várias gestões públicas, sem se resguardar os direitos dos consumidores, atingindo este descaso à própria saúde humana, bem como ao meio ambiente, enfim, alcançando o interesse social e a sociedade.

“Só há cinco anos, Ricardo Coutinho quando governador trouxe o matadouro e o binário para Solânea, na administração de Beto do Brasil, como todos sabem. Assim, todo mundo sabe das necessidades urgentes, não só de Solânea, mas de toda região. Esse matadouro é uma obra do Governo do Estado para essa região, uma obra que começou há cinco anos e vem se arrastando”, pontuou Tião.

É uma obra importante que vai atender além de Solânea os municípios de Bananeiras, Arara, Cacimba de Dentro, Serraria, Borborema, Casserengue, essas cidades todas serão beneficiadas.

O deputado reafirmou que levou a situação ao Governo, reforçando a cobrança pela agilidade na obra.

“Há dois anos fazem o projeto para recuperação e compra de equipamentos. Eu espero que agora chegue. Essa obra não tem dono, é do povo. O povo do Brejo clama há 20 anos pelo abatedouro, principalmente o povo de Solânea que sabe do sofrimento de não ter esse importante serviço. Eu pedi, quantas vezes Beto do Brasil não pediu? Quantas vezes os prefeitos Nen (Arara), Petrônio (Serraria), Nelinho (Cacimba de Dentro), Dinda (Casserengue), dentre outros que foram comigo até o Governo cobrar está obra. Nós falamos, nós pedimos, o Governador faz, mas o dono da obra é o povo”, disse Tião.

Concluindo, Tião informou que recentemente esteve com o secretário de infraestrutura do Estado, Deusdete Queiroga, e a solução veio de uma associação que foi criada pelos marchantes da região. “Levamos a proposta do vereador Jota do Sindicato para que após a conclusão, o abatedouro seja administrado pela associação dos marchantes, tenho conversado com Beto do Brasil sobre isso, e ele é de acordo com essa solução, tendo a fiscalização dos demais municípios”, pontuou Tião.

O deputado informou ainda que João Azevêdo vai fazer, pois teve essa garantia.



WM TV