Vice-prefeito de Dona Inês, propõe audiência pública para debater estadualização de estrada que liga rota religiosa Caminhos da Fé

agosto 2021

Durante live nas redes socias deste sábado (31/07) o vice-prefeito de Dona Inês, Demetrio Ferreira (Avante) propôs uma audiência pública para a debater a estadualização da estrada que liga a Comunidade Quilombola Cruz da Menina ao vizinho Município de Riachão. Segundo o vice-prefeito o objetivo é transformar a estrada vicinal para alavancar o turismo religioso, pois será mais um importante passo para fortalecer a rota religiosa, “Caminhos da Fé – Nos passos da Menina Dulce”, que integra o Santuário de Fátima, na Pedra da Boca em Araruna à Capela Cruz da Menina em Dona Inês.

O Pe. Gaspar Rafael, atual pároco de Dona Inês e presidente do Conselho Municipal de Turismo também participou da live, e ressaltou a importância deste debate, frisando que a rota religiosa poderá se estender ao Santuário do Pe. Ibiapina, em Solânea, haja vista que já estão iniciadas as obras da PB 103 que liga Dona Inês a Bananeiras. Durante o debate ficou claro que além do viés turístico religioso, a estrada também servirá como propulsor de atividade econômica para a região visto que facilitará o escoamento da produção agrícola da região interligando os Municípios de Dona Inês, Riachão e Tacima ao estado do Rio Grande do Norte, perpassando pela Comunidade Quilombola Cruz da Menina e Assentamento Tanques na comunidade do Sítio Seixos (Riachão).

O Vice-Prefeito Demetrio, disse já ter conversado com o Deputado Tião Gomes (Avante) que de pronto, já se disponibilizou para estar presente na Audiência Pública e apresentar o Projeto de Lei na Assembleia Legislativa da Paraíba. Demetrio falou ainda já ter contactado o Presidente da Câmara de Dona Inês para agendar a Audiência Pública e que já está dialogando com os vereadores, prefeitos, vice-prefeitos, lideranças comunitárias e religiosas, dos Municípios de Riachão e Tacima para apoiarem o projeto. “Vamos mobilizar o máximo de apoios possíveis para esse debate, estive fazendo o percurso durante esta semana e o projeto é viável, são apenas 8,5 quilômetros. Neste momento lutaremos pela estadualização e no futuro próximo estaremos na luta pela ligação asfáltica, assim como a PB 103 será um grande marco para a região”, pontuou Ferreira.

Com Clemilson Santos



WM TV