Primeiro e maior poder republicano

fevereiro 2019

Ninguém mais do que Boechat conhecia e praticava o Princípio Fundamental e Constitucional

TODO O PODER EMANA DO POVO, QUE
O EXERCE DIRETAMENTE OU POR MEIO DE REPRESENTANTE LIVREMENTE ELEITO.

Com a abertura política ocorrida durante o período
do governo militar do general Geisel, as forças progressistas, que estavam amordaçadas pela censurados tempos de chumbo, publicaram uma avalanche de denúncias acumuladas em quase 10 anos de poder absolutista das forças armadas brasileiras.
Foi nesta época que começaram a surgir nos diversos meios de comunicação os grandes jornalistas do rádio,da TV dos jornais, revistas e periódicos impressos.

Com a posse do novo governo militar presidido pelo general Figueiredo, a abertura política ganhou novos ares de liberdade quando o general, durante uma entrevista, disse: “Quem for contra a abertura eu prendo e arrebento”!No ano final do governo do general Figueiredo, o jornalismo brasileiro teve uma importante atuação quanto aos direitos e deveres dos cidadãos, em eleger pelo voto direto, secreto e universal, o seu presidente da república federativa do Brasil.
A campanha Diretas JÁ, invadiu as ruas das capitais brasileiras e recebeu adesões do imenso poder deformação de opinião, da Imprensa, que mobilizou a população de todas as classes sócio-econômicas.

Diante da grandeza do jornalismo brasileiro, os observadores e cientistas políticos anunciaram que a Imprensa tinha força equivalente a um Quarto Poder.Foi nessa época que foram formados muitos dos grandes jornalistas que atualmente ainda alimentam as redações das emissoras de Rádio, de TV, dos jornais impressos,revistas e periódicos da imprensa cidadã brasileira.

Ricardo Eugênio Boechat, nascido na Argentina em 1952,ainda rapazola, emigrou para o Brasil onde se tornou um dos mais importantes Jornalistas Brasileiros, recordista ganhador dos melhores e maiores prêmios do Jornalismo.
Ninguém mais do que Boechat conhecia e praticava o Princípio Fundamental e Constitucional, que escrito está no Artigo 1º da Constituição da República Federativa Brasileira, que diz:

TODO O PODER EMANA DO POVO, QUE O EXERCE DIRETAMENTE OU POR MEIO DE REPRESENTANTE LIVREMENTE ELEITO.

Por Karlos Thotta/2019



WM TV