politica   

Hervázio: Lígia já dava sinais de rompimento

dezembro 2021

Em live, no final da tarde desse sábado (11), o deputado estadual Hervázio Bezerra falou sobre a saída do PDT da base do Governo João Azevêdo. Disse não ter sido surpresa.

O parlamentar afirmou que a vice-governadora Lígia Feliciano já vinha dando sinais de rompimento, apesar de ela ter garantido que não houve de fato.

Entre os sinais, Hervázio apontou a falta de apoio à candidatura do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), nas últimas eleições, apoiado por João. Lígia e Damião Feliciano apoiaram Luciano Cartaxo.

“Lígia já não somava tanto. No momento em que o governador e que nós precisamos [Leo, filho de Hervázio é vice de Cícero], ela fez uma outra opção. Acho que a palavra de ordem é que política é soma e não divisão” disse Hervázio.

Sobre a permanência ou não no PSB, ele disse que vai esperar que a janela partidária se abra. Segundo explicou, em questionamento feito pelo Blog na live, tudo vai depender das movimentações dos partidos em relação às chamadas federações partidárias.

Disse ainda que o futuro de João Azevêdo no Cidadania também depende disso. É que o Cidadania já conversa com o PSDB de Cássio e Pedro Cunha Lima. Os grupos são adversários na Paraíba e assim devem permanecer em 2022.

Já o PSB conversa com o PT, que hoje abriga o ex-governador Ricardo Coutinho. Sendo aliado do governador, ficaria difícil para Hervázio permanecer na legenda comandada por Gervásio Maia Filho.

 

Com Sony Lacerda



WM TV