politica   simone-lira   

Entrevista na íntegra sobre o pleito eleitoral 2020 com Matheus Bezerra, pré- candidato a Prefeito municipal de Bananeiras.

janeiro 2020

Quais serão suas prioridades num possível governo? Os jovens e a geração de emprego estão inseridos nelas?

R: Duas grandes prioridades são: primeiro a geração de emprego, renda e oportunidades para os bananeirenses, e segundo a melhoria das atividades do hospital municipal de nossa terra, que encontra- se prejudicado por uma gestão completamente ineficiente, além da realização de diversos cursos profissionalizantes, nós pretendemos criarmos uma zona franca de serviços, que seriam isentos de qualquer tipo de imposto municipal. Outra ideia nossa, que estamos construindo através da nossa plataforma digital: abananeirasquequeremos.com.br é a criação de um polo tecnológico em parceria com a universidade para a fomentação de startups de diversos ramos, mais notadamente ligada ao setor agrícola, além disso, pretendemos incentivar a instalação de diversas agroindústrias gerando mais oportunidades para nosso povo.

Durante o mandato inteiro do atual gestor e seu grupo político, o nosso hospital funcionou como uma unidade básica de saúde, e não como um hospital propriamente dito, cirurgias não são realizadas, as mães perderam o direito de terem seus filhos aqui, não nascem mais bananeirenses, além disso, por ineficiência, os que se dizem “donos do poder de Bananeiras”, construíram uma UPA (Unidade de pronto atendimento 24h),na entrada da cidade que até agora não conseguiram inaugurar, nem botar pra funcionar, medicações foram entregues fora do prazo de validade, e além disso, muitas não continham sequer numeração do lote, um total desrespeito ao contribuinte municipal.

Nós pretendemos revitalizar o nosso hospital municipal Clóvis Bezerra, para que possamos colocar o bloco cirúrgico para funcionar, além disso criaremos uma ala materna permitindo que as mães de Bananeiras tenham seus filhos em nosso município, dando conforto e dignidade a essas mulheres. Pretendemos instituir para o nosso povo a campanha saúde itinerante, aonde levaremos diversas especialidades aos locais mais distantes do centro da cidade.Outra coisa importante, é zerar a fila de exames em nossa Bananeiras, e isso é possível sim,  através de parcerias com as clínicas da região. Eu sei como fazer, é preciso recuperarmos a credibilidade do poder público municipal de Bananeiras.

A cidade de Bananeiras, hoje é considerada uma referência no turismo do brejo paraibano, como um dos destinos mais procurados.

Você como candidato acredita no crescimento empresarial da cidade? Tendo em vista que existe a necessidade de um comércio mais ativo para atender a demanda dos visitantes e da população.

R: Com certeza acredito sim! O turismo é um ponto importante do desenvolvimento de nossa terra, temos eventos importantes e já consolidados a exemplo do São João, do Caminhos do frio, mas fazer o turismo não se resume a capacidade apenas de fazer festa, é preciso termos um calendário anual de eventos que envolvam diversos tipos de atividades, que atraiam pessoas para Bananeiras o ano inteiro e não apenas, no período de frio.

Quando falo do calendário me refiro também a um calendário esportivo de atividades, onde incluiremos diversas modalidades para que o turismo esportivo também possa atrair gente para nossa terra.

É importante também cuidarmos do nosso acervo turístico, quem visita os pontos turísticos públicos percebem o descaso, não há iluminação, não há sequer lixeiras, muito menos sinalização. A Casa do turista está caindo aos pedaços, o nosso museu está acabado. Pretendemos incentivar e facilitar a instalação de novos empreendimentos gerando emprego e renda, além disso queremos atrair eventos corporativos, congressos e conferências desenvolvendo o turismo de negócio também. Outro ponto importante, é a construção da Casa da banana valorizando o produto que dá o nome ao nosso município, bem como os produtores, os seus beneficiadores, e também as pessoas que trabalham com artesanato.

Quais seriam os atrativos além do turismo que traria investidores a apostar em Bananeiras?

R: Anteriormente já citei, nós vamos recuperar a credibilidade da prefeitura municipal e faremos isso com uma gestão fiscal e financeira responsável. Isso permitirá que possamos colocar em prática nossas ideias da zona franca de serviços, do polo tecnológico, do turismo de negócio, do turismo de esporte, das atividades agroindustriais, temos muito potencial e um povo determinado, tenho certeza que tudo isso que estamos tratando aqui são propostas possíveis de realizar, o turismo é um aliado importantíssimo no desenvolvimento de nossa Bananeiras. Mas nós temos outras potencialidades sim, que com certeza ajudará no desenvolvimento da nossa terra.

Qual a sua opinião sobre a atual gestão do município?

R: A atual gestão municipal de Bananeiras é fraca, devagar, sem credibilidade e irresponsável.

Bananeiras tem uma gestão fraca pois observando os 7 anos de mandato que o atual prefeito teve, o mesmo não conseguiu resolver ao menos um dos grandes problemas que a nossa terra e o nosso povo possui.

Devagar pois não conseguem realizar obras e ações com agilidade que a nossa população almeja, sem credibilidade pois conseguiram dever a todo mundo e não pagar a ninguém.

E irresponsável pois conseguiram quebrar o grande patrimônio dos nossos servidores que é o Instituto bananeirense de previdência culminando com a reprovação das contas do atual gestor por unanimidade no Tribunal de Contas do Estado, que inclusive foi a primeira vez na história que um prefeito e gestor do município de Bananeiras teve suas contas rejeitadas lá no TCE, então essa é a minha análise e a minha opinião sobre a atual gestão de Bananeiras.

Hoje, em Bananeiras já existe o orçamento participativo, você acha suficiente essa ferramenta para debate com a comunidade? Ou implementaria alguma melhoria no que já existe?

R: O orçamento participativo é um instrumento importantíssimo da democracia e dos melhores valores republicanos, o problema do mesmo não estar na sua realização, mas sim na sua eficiência quando me refiro a atual gestão em Bananeiras. Todo ano o prefeito retorna as comunidades para ouvir os mesmos problemas e as mesmas prioridades do ano anterior, então o grande problema do orçamento participativo é na sua eficiência, na sua capacidade de realização para que se possa efetivar e dar funcionalidade real e verdadeira ao orçamento democrático. Então, eu acho que com uma gestão fiscal responsável, com uma gestão financeira eficiente, recuperando a credibilidade da prefeitura municipal, nós podemos sim, continuar realizando o orçamento democrático, mas cumprindo com as promessas, as propostas, e com as prioridades que são apontadas pelo povo e não realizando como é hoje em dia, um orçamento participativo de faz de conta.

O transporte escolar universitário ainda não é lei no município de Bananeiras, o que ocasiona um grande desgaste aos alunos que estudam em cidades como Campina Grande e Guarabira, você como candidato no pleito de 2020, pretende tornar lei a garantia do transporte para dezenas de estudantes bananeirenses? Se sim, como pretende fazer isso?

R: Mais importante que tornar lei o serviço do transporte universitário é a palavra do prefeito, em chegando lá esse compromisso já está assumido com todos os universitários e universitárias de nossa Bananeiras. Então, vocês podem ficar cientes que nós prestaremos esse serviço dando dignidade aos estudantes, para que não precisem tá ligando pra rádio, chalerando o secretário, fazendo uma crítica no rádio ou nas redes sociais, porque eu pretendo ter com esses estudantes uma relação fraterna de diálogo, de amizade, que não vai necessitar de ações como essas porque o transporte será prestado com dignidade.

Então, eu sou sensível a esse serviço público, acredito que seja de extrema importância, então mais importante do que a lei é a palavra de quem as pessoas têm confiança, podem confiar na nossa palavra e podem ficar tranquilos que esse serviço em nossa gestão será mantido.

Por Simone Lira



WM TV