A liberdade do raciocínio lógico

janeiro 2019

UMA IMPORTANTE E FUNDAMENTAL DIFERENCIAÇÃO,
ENTRE OS SERES HUMANOS E OS OUTROS ANIMAIS, É A CAPACIDADE  DE LOGICAMENTE  RACIOCINAR E TOMAR DECISÕES BASEADAS NESTES RACIOCÍNIOS.

Há quem considere que, frente a problemas novos para os quais ainda não existe uma metodologia de resolução, duas pessoas inteligentes possuam as mesmas chances de atingir uma solução aceitável. 
Mesmo que uma das pessoas, não tenha formação matemática, é possível que esta encontre a solução, antes daquela pessoa com experiências matemáticas formais.

Há quem diga até que o não-matemático pode ser mais rápido para resolver o problema, uma vez que ele pensa livremente, sem amarras dos formalismos, enquanto que o outro procura, ainda que inconscientemente, a listados métodos aprendidos durante muitos anos de escolaridade.

Alguém que levasse ao extremo essas afirmações poderia receber sérias
críticas afirmando que somente as boas escolas formam pessoas adequadamente preparadas para os mercados globais que exigem profissionais de alta competência técnico-gerencial para ocupar os principais cargos dos exigentes mercados globalizados.

O bom senso e a prática adquirida em muitos anos de atividade,aliados à capacidade e resiliência,são importantes fatores voltados para a solução de problemas novos e antigos, que podem ser perfeitamente equacionados e resolvidos, gerando metodologias que previnam, futuramente,a ocorrência de casos semelhantes.

UMA IMPORTANTE E FUNDAMENTAL DIFERENCIAÇÃO,
ENTRE OS SERES HUMANOS E OS OUTROS ANIMAIS,É A CAPACIDADE DE, LOGICAMENTE, RACIOCINAR E TOMAR DECISÕES BASEADAS NESTES RACIOCÍNIOS.



WM TV